DIFERENÇAS ENTRE ESCOLAS BRASILEIRAS E AMERICANAS

COMPARTILHE

Cultura, sistemas educacionais, período de aulas, atividades extracurriculares… são muitas as diferenças entre escolas brasileiras e americanas no Ensino Médio, o High School da terra do Tio Sam, mas isso não significa que a adaptação seja impossível. Dá sim para estudar – gratuitamente e legalmente – em instituições como o CCSF (City College of San Francisco). A Eagle Intercâmbio te ajuda nessa transição! 😉  

Hoje, com a nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) do Ministério da Educação, os alunos brasileiros têm mais “liberdade” para escolher certas matérias no Ensino Médio, o que se aproxima mais do formato norte-americano. Eba, já estamos no caminho certo para realizar esse sonho!

Aliás, vem conferir post sobre o Ensino Médio para estrangeiros em escolas públicas nos Estados Unidos. É um ótimo investimento, que traz inúmeros benefícios: aprendizado da língua inglesa, imersão em uma nova cultura, aprimoramento de habilidades socioemocionais e, claro, um currículo espetacular. Para entender mais sobre as diferenças entre escolas brasileiras e americanas, leia até o final desse post, combinado?

QUER CURSAR HIGH SCHOOL NOS EUA?

No território brasileiro, o Ensino Médio compreende da 1ª a 3ª série, para faixa etária de 15 a 18 anos. Entre as aprendizagens essenciais, as áreas do conhecimento são: 1) linguagens e suas tecnologias; 2) matemática e suas tecnologias; 3) ciências da natureza e suas tecnologias; e 4) ciências humanas e sociais aplicadas. Além das competências gerais trabalhadas com as habilidades dos respectivos campos, há ainda a preocupação com a formação técnica e profissional. 

Já nos EUA, o High School é dividido da 9ª até a 12ª série e conta com mais flexibilidade para alunos de 14 a 18 anos, privilegiando as vivências no processo de ensino-aprendizagem e a mentalidade crítica para refletir sobre os resultados das escolhas escolares no futuro. Também contemplam diversas aulas extracurriculares, como: esporte, fotografia, teatro, música etc., estimulando assim a descoberta de talentos e aptidões. Esse dinamismo tem sido buscado pelo novo sistema de ensino do Brasil, que entrou em vigor em 2020, o que tem reduzido consideravelmente as diferenças entre escolas brasileiras e americanas.

FLEXIBILIDADE NO HIGH SCHOOL

No High School dos Estados Unidos, o próprio aluno pode escolher o que quer cursar em cada semestre, conforme seus interesses pessoais e acadêmicos. Claro que cada escola tem suas regras, mas, em geral, a obrigatoriedade é apenas para as matérias de inglês, história e matemática. O restante são disciplinas eletivas de teor vocacional, ou seja, mais próximo do que seria nosso ensino técnico no Brasil, como: carpintaria, culinária, marcenaria, marketing, mecânica e até mesmo opções mais inusitadas, por exemplo: design de games, pilotagem, esqui e sobrevivência na neve, rodeio (não recomendamos: maus tratos, né?), estudos marinhos e condução de tratores.

E AS NOTAS???

Enquanto no Brasil as avaliações são realizadas com notas de 0 a 10, nos EUA, a maior parte das instituições de ensino considera uma escala de letras, de F até A, abrangendo a presença e o desempenho nos trabalhos, testes e atividades desenvolvidas. No topo dessa lista, um “A+” representa de 97-100% de aproveitamento, bem como um “F” ou um “E” denotam um rendimento inferior a 60%.

Dependendo da escola, há ainda a divisão de matérias do High School conforme o nível de aprendizado que o estudante almeja: o básico é o College Prep (CP), o intermediário é o Honors e o avançado é o Advanced Placement (AP). Muitas instituições, inclusive as Prep Schools (particulares preparatórias) oferecem diversas opções de matérias APs para ajudar os alunos na preparação para os exames de final de curso, o que pode render a colocação em uma universidade.

E COMO FUNCIONA O CRÉDITO ACADÊMICO?

Uma das principais diferenças entre escolas brasileiras e americanas é o crédito acadêmico nos EUA. Isso porque, além de alcançar o aproveitamento mínimo nas avaliações, o aluno também deve apresentar uma média de créditos a cada semestre, que variam conforme as respectivas matérias e as normas estabelecidas por cada instituição para conquistar o tão sonhado diploma de High School.

Para os estudantes brasileiros, é essencial checar a equivalência das matérias com a escola de origem, para saber quais disciplinas precisará cursar nos EUA, de modo que aquele curso seja reconhecido e validado quando do retorno ao país natal. 

COMO É O CALENDÁRIO LETIVO NOS EUA?

No High School, o calendário é dividido em trimestres, geralmente começando em agosto ou setembro (outono no hemisfério norte) e encerrando em maio ou junho, nas férias de verão, com cerca de dois meses de duração. 

Entre as diferenças entre escolas brasileiras e americanas, pode acontecer um leve delay nesse período, já que as aulas no Brasil começam em fevereiro, mas isso não significa que você vai perder um ano quando cursar o Ensino Médio no exterior. Na ida para um intercâmbio, é preciso conseguir um bom desempenho acadêmico para poder validar o período estudado nos EUA, ok?

São quatro anos de duração do High School, dividido em: freshman, sophomore, junior e senior, respectivamente. Com isso, quando um aluno brasileiro vai começar seu High School em agosto e já cursou o primeiro semestre do segundo ano do Ensino Médio no Brasil, na maioria das vezes, ele “voltará” para o início do segundo ano nos Estados Unidos. 

Mas nem tudo é burocracia: além das tão esperadas férias, nos EUA, os estudantes têm pausas pontuais, tais como: o feriado de ação de graças (Thanksgiving), a folga da primavera (Spring Break) e as festas de fim de ano, que podem ter até 3 semanas de duração. Uau! Só vi vantagem!

Agora que a Eagle Intercâmbio já desmistificou pra você as diferenças entre escolas brasileiras e americanas, fale com a gente no Whatsapp +1 (650) 315-1607 e comece a fazer as malas para cursar o Ensino Médio no exterior!

COMPARTILHE

LEIA TAMBÉM!
TAGS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

EnglishPortuguêsEspañol

FAÇA UM ORÇAMENTO

Quer saber mais sobre Intercâmbio ou Vistos?
Preencha os dados abaixo e nossos consultores te ajudarão a ter a melhor experiência!