Mantenha a positividade no isolamento social

COMPARTILHE

Já ouviu falar que “não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas aquele que se adapta melhor às mudanças”? Embora essa citação seja atribuída equivocadamente a Charles Darwin, a autoria em si não dispensa essa importante reflexão: como podemos nos adaptar bem às expressivas mudanças ocasionadas pela pandemia do Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2)?

Com a quarentena recomendada pelas autoridades de saúde, é natural que as pessoas fiquem apreensivas, estressadas e ansiosas frente a um cenário muito preocupante, tanto no âmbito pessoal quanto no profissional. Então, que tal apostar nas correntes do bem, para que a solidariedade e o altruísmo nos ajudem a passar por essa fase “juntos”? Ao menos virtualmente falando, por enquanto!

Antes de mais nada, aposte na prevenção do coronavírus!

  • Se possível, permaneça em casa, em tempo integral, para contribuir com o recuo na curva de transmissão do Covid-19, o que também evita a superlotação dos hospitais;
  • Com frequência, lave as mãos com água e sabão (por 40 a 60 segundos) ou use álcool em gel (esfregando bem as mãos, entre 20 e 30 segundos), antes e depois de comer e também após: tossir, espirrar, cuidar de pessoas doentes e ir ao banheiro;
  • Cubra o nariz e a boca ao tossir ou espirrar, sempre com a dobra do cotovelo ou lenços descartáveis (não esqueça de jogar fora o lenço após o uso) – é importante evitar o uso das mãos nessas horas;
  • Evite o contato direto com a mucosa dos olhos, do nariz e da boca, principalmente após tocar superfícies que podem estar contaminadas;
  • Mantenha os ambientes bem ventilados, de preferência com ventilação natural (“portas e janelas estão sempre abertas pra sorte entrar” – valeu, Marisa Monte!);
  • Evite aglomerações e idas desnecessárias aos serviços de saúde (atenção: procure um hospital urgentemente se tiver febre de 38º, tosse e dificuldade para respirar);
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, o que inclui copos, pratos, talheres, toalhas, roupas de cama, escovas de dente, etc;
  • Mantenha distância mínima (de 1 a 2 metros) de pessoas resfriadas ou com doenças respiratórias agudas;
  • Cuidado com a automedicação: não use remédios sem orientação médica (nem se “alguém na internet” disser que pode usar o remédio xpto tranquilamente);
  • Cozinhe bem os alimentos antes de consumir e higienize bem aqueles que forem consumidos crus;
  • Vacine-se contra a gripe Influenza, pois embora não haja eficácia dessa imunização contra o coronavírus, isso ajuda os profissionais de saúde no diagnóstico para a Covid-19, bem como evita complicações como a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

Mantenha uma rotina saudável durante a quarentena – é bom para você e para a família 🙂

  • Organize uma rotina equilibrada, programando o período de trabalho em home-office para manter a produtividade, aliado a outras atividades que te fazem bem;
  • Faça atividades físicas em casa, adaptando um treino que você já costuma realizar ou mesmo com as sugestões de exercícios da Organização Mundial da Saúde (Stay phisically active during self-quarantine);
  • Beba bastante água, durma bem e alimente-se com opções saudáveis, preferencialmente com alimentos in natura
  • Limpe a casa periodicamente, com atenção especial às superfícies de contato frequente, como: móveis, maçanetas e torneiras, além de higienizar as mãos após tocá-las;
  • Oriente as crianças sobre o que está acontecendo e ajude-as a lidar com as emoções, reforçando a importância da colaboração de todos para a prevenção;
  • Tenha paciência redobrada com os idosos, pois mesmo que estejam no grupo de risco, muitos deles se sentem solitários e carentes de apoio emocional, além das usuais dificuldades para realizar tarefas diárias;
  • Fique atento às diferenças entre os sintomas do coronavírus (febre alta, tosse, falta de ar e dificuldade para respirar) e os de gripe, asma, alergias respiratórias e afins.

O que mais você pode fazer de bom durante a pandemia do Covid-19?

  • Manifeste seu apoio moral aos profissionais de saúde, nossos heróis que estão na linha de frente para combater o coronavírus;
  • Acompanhe com mais proximidade a vida escolar dos filhos e netos, já que diversas escolas têm usado recursos digitais para manter os conteúdos didáticos em dia;
  • Aposte nos recursos tecnológicos para manter-se em contato com familiares, amigos e colegas de trabalho, usando plataformas como o Google Meet e o Zoom;
  • Ao invés de ir ao mercado presencialmente, que tal fazer sua lista de compras pela internet e receber tudo direto na residência?
  • Pense nos pequenos restaurantes e lanchonetes ao fazer pedidos por delivery, pois as grandes redes têm mais capital de giro para sobreviver aos tempos de crise (e essa é uma ótima maneira de conhecer novos temperos e sabores);
  • #DIY: aprenda novas habilidades artesanais, incluindo a confecção das suas próprias máscaras de tecido, com tutoriais no Youtube;
  • Aproveite para fazer uma imersão no mundo artístico com o Google Arts and Culture, incluindo as visitas virtuais aos museus de diversos países;
  • Adote um bichinho de estimação: esses pacotinhos de amor aliviam a solidão e trazem conforto não só nessa época de quarentena, mas para a vida toda – há abrigos que te permitem conhecer o bichinho online e depois fazer uma visita segura, mesmo na quarentena, para adotar!
  • Além de cuidar da casa e manter o trabalho em dia, é um bom momento para as famosas maratonas de séries e, também, para assistir aqueles programas que você gosta, aproveitando o período em que certas operadoras de TV a cabo estão com sinal liberado;
  • Matricule-se em cursos de ensino a distância, inclusive com temas livres, como os de desenho e pintura liberados gratuitamente pela Faber-Castell;
  • #Sororidade: você sabia que a pandemia afeta a vida das mulheres de modo mais severo, aumentando o desemprego, as desigualdades sociais e a violência doméstica? Entenda mais nessa matéria do G1 e procure por ONGs e coletivos que estão ajudando essas mulheres!
  • Aprenda a fazer novas receitas culinárias aproveitando os alimentos que você tem na despensa, assim, você ainda evita o desperdício e a geração de resíduos (ah, não esqueça de separar o lixo reciclável);
  • Busque por consultas psicológicas online para que um profissional especializado te ajude a lidar com os sentimentos durante essa fase de isolamento social;
  • Reveja seu planejamento financeiro para manter as contas essenciais em dia;
  • Acompanhe as atualizações periódicas do Ministério da Saúde, dos Governos e das Prefeituras, lembrando sempre de não espalhar fake news!

Gostou das dicas? Nós, da Eagle Intercâmbio, também estamos ansiosos para que a pandemia seja contida o quanto antes. Até lá, seguimos juntos e confiantes de que essa fase vai passar. Abraços virtuais! 😉

COMPARTILHE

LEIA TAMBÉM!
TAGS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

EnglishPortuguêsEspañol

FAÇA UM ORÇAMENTO

Quer saber mais sobre Intercâmbio ou Vistos?
Preencha os dados abaixo e nossos consultores te ajudarão a ter a melhor experiência!