Turbine seu inglês para viagem com 5 dicas essenciais

COMPARTILHE

Já preparou as malas para curtir as férias, mas ainda bate a insegurança com o inglês para viagem? Fique tranquilo, pois apenas 5% dos brasileiros realmente falam a língua inglesa e só 1% deles é fluente. Neste post, preparamos dicas essenciais para que você possa aproveitar plenamente essa experiência incrível, sem se preocupar com a barreira linguística, aprendendo com nossas dicas de inglês para viagem. Então, coloque pra tocar uma playlist especial e vem voar mais alto com a Eagle!

Antes de mais nada, vale lembrar que o inglês para viagem pode ser muito mais fácil do que parece. Isso porque você não precisa se preocupar em usar perfeitamente os pronomes e as outras regras gramaticais. Ou seja, a prioridade é a comunicação: tanto conseguir se expressar em outra língua, quanto compreender o que falam contigo, nas diferentes situações do dia a dia.

Claro que é sempre bom contar com dicas para aprender inglês mais rápido e até mesmo estudar sem pagar nada, contudo, o foco aqui é justamente treinar alguns truques para desfrutar de um roteiro inesquecível, mesmo sem ser fluente. Por isso, vamos ao que importa: basicamente, a comunicação. Por sinal, aproveite para se inspirar com esse vídeo sobre como o nosso cérebro muda com o aprendizado linguístico!

3 diferenças do cérebro bilíngüe – by BBC News

5 dicas para turbinar o inglês para viagem

Veja essas cinco dicas essenciais para curtir seu passeio sem “travar” com a barreira da língua: 

1. Comece com uma imersão cultural para facilitar o uso do inglês para viagem

Quanto antes você começar, melhor! Busque por conteúdos audiovisuais que tenham sido produzidos por nativos na língua: livros, reportagens, podcasts, vídeos, filmes, músicas e muito mais. Em outras palavras, “mergulhar” de cabeça na cultura local facilita (muito) a compreensão do idioma!     

2. Tente conversar com nativos para treinar o que aprendeu até agora

Depois de começar a consumir os conteúdos em inglês, o próximo passo é tentar se comunicar diretamente com pessoas que nasceram ou moram no país que você pretende visitar. A propósito, conte com a versatilidade das redes sociais para agilizar esses contatos.

3. Use e abuse das expressões locais

Aprender algumas “falas” que são muito usadas no local, de fato, torna tudo mais simples. Isto é, compreender as expressões idiomáticas vai além do significado literal daquelas palavras, porque envolve o contexto em que estão inseridas. Aliás, falamos sobre isso no post em que abordamos do que os brasileiros sentem faltam no exterior.

4. Busque informações antecipadamente sobre o roteiro da sua viagem

Seja conversando com quem já passou por lá ou mesmo pesquisando referências online, para se comunicar de forma eficaz, é preciso ter clareza sobre o que realmente quer. Isso significa que você pode se preparar para certas situações e saber o que precisa comunicar. Por exemplo, quais lugares visitar no roteiro de San Francisco a San Diego, na Califórnia?

5. Inclua palavras inglesas no seu vocabulário cotidiano

Deixe a timidez de lado e passe a incluir palavras em inglês na sua rotina, com mais frequência. De fato, muitos brasileiros já fazem isso de forma espontânea, principalmente nos negócios e na cultura pop. Por falar nisso, diversos termos têm sido tão comuns que mal percebemos sua origem inglesa quando falamos em ampliar o networking, fazer backup de arquivos, ouvir uma playlist e afins.

A maior e melhor dica de todas

Você PRECISA de um seguro viagem. Mesmo, que cubra os custos de qualquer imprevisto. Acidentes acontecem, estar em um lugar novo pode significar comer algo muito diferente, enfim. A Eagle tem uma super parceria para seguro viagem de turistas e alunos brasileiros, confira!

Exemplos práticos de inglês para viagem

Claro que vale usar o Google Tradutor se for necessário, porém, você já pode se antecipar treinando algumas frases de inglês para viagem: 

  • No aeroporto: “I’m traveling to San Francisco. Where is gate number 3?” (Estou viajando para São Francisco. Onde fica o portão 3?);
  • Check-in no hotel: “Hello, my booking is under the name of Maria Pereira.” (Olá, minha reserva está em nome de Maria Pereira.);
  • Para fazer compras: “How much is this?” (Quanto custa isso?); 
  • Na hora dos passeios: “Where is the nearest subway?” (Qual é o metrô mais próximo?);
  • Almoçando ou jantando nos restaurantes: “Please, can you bring me the check?” (Por favor, você pode me trazer a conta?);
  • Visitando museus, parques e galerias: “How much is the ticket?” (Quanto custa o ingresso?);
  • Se tiver alguma dúvida: “Can you repeat, please?” (Você pode repetir, por favor?);
  • Caso esteja começando a se sentir doente: “I am not feeling well. Where is the nearest hospital?” (Eu não estou me sentindo bem. Onde fica o hospital mais próximo?);
  • E, se precisar de ajuda, mas não se lembrar dos termos em inglês, pergunte de modo geral: “Can you help me? I don’t speak English” (Você pode me ajudar? Eu não falo inglês).

Enfim, por falar em turbinar seu inglês para viagem, vale lembrar que a Eagle Intercâmbio te ajuda a montar pacotes com o melhor custo-benefício para o seu perfil. Fale com a gente e confira as soluções tailor-made especialmente pensadas para que você possa voar ainda mais alto! E, claro, boa viagem! 😉 

Whatsapp: +1 (650) 281-9365
Skype: arleth.gomes3
Messenger: http://m.me/eagleintercambio 
E-mail: arleth@eagleintercambio.com 

COMPARTILHE

LEIA TAMBÉM!
TAGS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

EnglishPortuguêsEspañol

FAÇA UM ORÇAMENTO

Quer saber mais sobre Intercâmbio ou Vistos?
Preencha os dados abaixo e nossos consultores te ajudarão a ter a melhor experiência!