Intercâmbio e pós-graduação no Vale do Silício

COMPARTILHE

Não é mais novidade para ninguém que nas últimas décadas o Vale do Silício transformou o mundo. O lugar ficou famoso por abrigar diversas empresas de tecnologia, computação e afins, além de ser lar também das famosas startups, que são empresas em fase inicial e à procura de um negócio escalável. Por conta disso, o Vale se tornou um caldeirão borbulhante e um polo global de inovação, tecnologia e empreendedorismo. O lugar inclusive já serviu como cenário de algumas produções hollywoodianas, que tinham o propósito mostrar como algumas dessas famosas empresas surgiram ou como elas funcionam.

Dito isso, você já imaginou como dever ser estudar no ambiente mais inovador do planeta? Não? Sim? Pois então saiba que a região tem à disposição algumas das melhores universidades do mundo e é possível fazer um intercâmbio para realizar alguns cursos de extensão, graduação e até mesmo pós-graduação nesses campi. Imagine o quão inspirador e gratificante deve ser realizar uma pós-graduação no Vale do Silício – um diferencial incrível para o seu currículo!

 

Sobre o Vale do Silício

O Silicon Valley – Vale do Silício em português – é o nome de uma região que está situada na baía de São Francisco, no norte do estado da Califórnia, Estados Unidos, onde se desenvolvem e ocorrem as principais tendências mundiais. É o maior polo de inovação e tecnologia do mundo. Para se ter uma ideia da sua importância, grandes companhias como Facebook, Google, Intel e Microsoft nasceram no Vale do Silício.

São vários os motivos pelos quais o Vale é tão bem-sucedido. Primeiro ele não reúne apenas as empresas mais inovadoras do mundo, mas também é um grande epicentro de conhecimento, oportunidades, capital financeiro e investimentos. A junção de grandes talentos com os profissionais que têm as habilidades que o mercado necessita é outro fator importante. A procura por essas pessoas capazes de realizar determinadas funções abre portas para várias regiões do mundo, aí entramos em outro agente importante para o sucesso da região: sua diversidade cultural. Pelo fato do Silicon Valley possuir tanto potencial tecnológico, pessoas de diferentes países atuam nas empresas do local, o que contribui para troca de experiências, ideias e aprendizado entre os profissionais.

Você por acaso já se perguntou de onde saiu o nome “Vale do Silício”? Bom, as razões para o “vale” são meio óbvias, pois se refere a um acidente geográfico e o polo se originou – adivinhe só – em um vale. Já o “silício” vem do elemento químico (Si) que é abundante em todo o planeta e este, por sua vez é utilizado na fabricação de componentes eletrônicos, como chips e circuitos. E pelo fato de muitas empresas de computação estarem presentes por lá, o nome originou-se em virtude de utilizarem o silício com matéria-prima para a produção desses componentes.

Devido à enorme fama que a região ganhou, hoje Silicon Valley deixou de ser um simples nome e tornou-se também uma expressão, cujo sinônimo pode ser interpretado como centro de tecnologia.

 

Lugares para se visitar

Antes de mais nada, pode-se dizer que apenas realizar um intercâmbio de pós-graduação no Vale do Silício já é um grande privilégio, mas por lá você também pode (ou deve) visitar diversos museus que estão espalhados por todo o vale e conhecer as sedes das empresas, que embora não permitam acesso às instalações internas, vale a pena fazer um tour para ver de perto tudo o quanto for possível. Porém, como todo bom turista, você não poderia deixar passar a oportunidade de conhecer outros lugares famosos que estão ali por perto. A cidade de São Francisco, por exemplo, está apenas alguns quilômetros dali e oferece alguns dos pontos turísticos mais aclamados do país. O estado californiano em si tem muito a oferecer e é cheio de belezas naturais, além de possuir infraestrutura para receber pessoas do mundo inteiro. Então planeje-se para ir às praias, lagos, parques, etc.

 

Por que estudar no Silicon Valley?

Bom, após fazer uma breve introdução de como é a região e qual a sua importância, acredito que você já tenha entendido os motivos para se fazer uma pós-graduação no Vale do Silício. É praticamente impossível não sair transformado de um lugar que possui uma energia contagiante e uma mentalidade empreendedora, em que as pessoas estão sempre buscando ideias novas e exercitando sua criatividade. Ir para lá é investir em conhecimento, claro, mas também é ter a chance de despertar aquela santa motivação, que por algum motivo pode estar adormecida. Se o seu objetivo é dar upgrade na carreia profissional e na vida pessoal, uma pós-graduação no Vale do Silício é uma ótima oportunidade.

 

Pós-graduação no Vale do Silício – Onde estudar?

Antes de falarmos sobre as universidades, aqui vai uma dica super importante e benéfica: durante o programa de pós-graduação no Vale do Silício, os alunos terão uma valiosa oportunidade de networking, pois a maioria dos estudantes são americanos graduados e/ou profissionais que querem turbinar seu currículo, então essa é uma ótima oportunidade para ampliar a sua rede de contatos. Anota aí.

A respeito das universidades, existem diversas instituições em volta de todo o Vale do Silício, porém vamos falar apenas das mais renomadas, que são elas:

 

Universidade da Califórnia de Santa Cruz – UCSC

No coração do Vale do Silício, é um dos campi da renomada Universidade da Califórnia e uma das principais instituições de ensino superior nos Estados Unidos. A UCSC oferece certificados de pós-graduação principalmente nas áreas de tecnologia, business, engenharia e biotecnologia, possui instalações moderníssimas e divide a vizinhança com empresas como Apple, eBay, Intel e Cisco. Os certificados oferecidos pela universidade são para pessoas que buscam uma atualização na área de atuação ou pretendem mudar para um novo plano de carreira, além disso os cursos duram menos de 1 ano e o custo acaba sendo bem inferior em relação a um programa de estudos tradicional. Outra excelente vantagem é o corpo docente da universidade, pois são profissionais da área da indústria e isso faz com que o curso seja mais voltado para o atual mercado real.

 

Universidade de Stanford  

Essa é uma das instituições de maior destaque no mundo. Localizada na região de Palo Alto, é referência na área de tecnologia e negócios. Foi de lá que saíram os fundadores de empresas como HP, Google, Yahoo e outros gigantes do Vale do Silício. Stanford atrai as mentes mais criativas e acaba impulsionando a criação de dezenas de startups de tecnologia a cada ano. A universidade, aliás é uma das percursoras da internet, pois era uma das quatro instituições norte-americanas ligadas ao sistema da ARPANET. Vale ressaltar também que professores e ex-alunos já ganharam cerca de 29 prêmios Nobel, destes, atualmente 22 dão aula na universidade. Além disso, outros 19 professores já receberam o prêmio Turing, considerado o Nobel da computação. Atualmente Stanford conta com 16 mil alunos, sendo que cerca de 7 mil cursam graduação e 9 mil pós-graduação, e destes apenas 900 estudantes são estrangeiros. Se tratando de pós-graduação, a universidade se organiza em sete escolas: Humanidades e Ciências, Engenharia, as escolas de “Ciências da Terra, Energia e Meio-Ambiente”, Direito, Medicina, Educação e Negócios.

 

Ficou interessado em conhecer o Vale do Silício e realizar uma pós-graduação lá? Em caso de quaisquer dúvidas, entre em contato conosco que iremos ajudá-lo(a). Por acaso já realizou uma pós no Vale? Compartilhe sua história com a gente, uma boa história é sempre bem-vinda.

Um abraço!
Equipe Eagle

 

 

COMPARTILHE

LEIA TAMBÉM!
TAGS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

EnglishPortuguêsEspañol

FAÇA UM ORÇAMENTO

Quer saber mais sobre Intercâmbio ou Vistos?
Preencha os dados abaixo e nossos consultores te ajudarão a ter a melhor experiência!